domingo, 3 de janeiro de 2016

Cair ensina-nos a seguir


Falhar é bom. Falhar ensina-nos que chão não devemos voltar a pisar e que mares não devemos voltar a navegar. Falhar mostra-nos que caminhos evitar da próxima vez e em que mentiras acreditar em próximas paragens. Falhar dá-nos calo. Cair faz-nos aprender, nem que seja de uma maneira tosca e dolorosa, mas cair obriga-nos a estar mais atentos às armadilhas. Principalmente quando tropeçamos em pessoas e caímos porque confiámos que ali havia um porto seguro onde mais tarde apenas encontramos um chão gélido. Por vezes até, acabamos por nos deixar tropeçar nas mesmas palavras e caímos novamente de cara no chão. É normal. E é disso mesmo que falo quando digo que falhar é bom. Porque nos mostra quem são aqueles que não servem para nos abrigar das dores que carregamos. E cair é ainda melhor quando nos mostra um novo caminho que até então ignorávamos por tão inebriados estarmos pelo que achávamos ser certo. Mas, porque digo isto? Porque já caí, já bati de rosto no asfalto por achar que alguém me ampararia a queda no processo sem que isso acontecesse. Faz parte da vida. É normal. Todos nós vamos acabar por tombar em algum momento da nossa vida. E é daí que vem tudo aquilo que somos depois da queda. As cicatrizes que ficam são lembranças de dores que trazem lições. As marcas que permanecem em nós trazem consigo a memória das agonias do passado. E ajudam-nos a fazer melhor, a ser melhor e a escolher melhor o trilho que traçamos. Hoje eu sei onde não tornarei a tropeçar e isso só me fez mais forte. 

2 comentários:

  1. É normal, como o dizes... Há que saber aprender. A vida só segue quando nos realizamos disso..

    Saudades daqui!!

    ResponderEliminar
  2. Confesso que me emocionei.
    Parabéns por este texto fantástico e parabéns pelo blog! Já sou seguidora :)
    http://bloguedacatia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

O livro da tua vida está a ser escrito agora. Aproveita a onda e lembra-te de escrever uma história feliz.